Confiança fortalece uma equipe, uma empresa e aquece a produtividade

Tempo de leitura: 3 minutos

A característica mais interessante que aprecio e fico buscando nas pessoas que trabalham comigo na verdade são três: respeito ao trabalho, honestidade e capacidade produtiva. Nessa ordem.

Se você contratar uma pessoa extremamente capacitada, mas não muito confiável, não vai dar certo e será questão de tempo fazer essa descoberta.

Ter pessoas confiáveis na sua equipe de trabalho é vital, pois sem confiança não se chega a lugar algum.

A gente precisa pelo menos acreditar que as pessoas são confiáveis e fazer uma experiência, até porque não dá para julgar ninguém antes de testar na prática.

(Eu entendo que quando uma pessoa vem preitear uma vaga no meu time, ela foi devidamente recrutada pelo Recursos Humanos, que fez a primeira triagem e selecionou àquelas com o perfil mais indicado para ocupar o cargo.)

Lá no primeiro parágrafo desse texto, eu descrevi 3 características, mas vou acrescentar mais uma que julgo muito importante, que é a capacidade inovadora, uma centelha que atiça a curiosidade e faz a roda girar.

Só que, dessas quatro, a mais difícil de identificar, que não dá para perceber em conversa ou comprovar pelo currículo é a honestidade, que precisa ser comprovada na prática.

Falo isso porque aconteceram alguns episódios nesses meus muitos anos de trabalho que me deixaram escolado nesse assunto e, por mais informações que possamos ter sobre um profissional, é raro circular no mercado que fulano ou beltrano é desonesto, por questões de sigilo, de ética ou de querer dar segundas chances para que as pessoas se integrem em seus novos trabalhos. O máximo que já ouvi foi “eu prefiro não falar sobre isso…”

Então honestidade é algo que se comprova na prática e faz uma grande diferença pra quem quer trabalhar na minha empresa.

Pessoas inteligentes, produtivas, inovadoras e honestas, essas vão longe e são as mais cobiçadas em todos os segmentos.

Só que para se formar um time bom, com esse tipo de profissional, é preciso pagar bem! Não dá para querer excelência profissional com remuneração mediana e hoje existem vários sistemas no mercado para se pesquisar os índices remuneratórios e estar nas médias desejadas.

No segmento industrial, o profissional inovador sempre vai ter lugar de destaque e salário diferenciado, porque será quem trará novas soluções para aumentar a produtividade, que é um item muito importante no cenário industrial. Ele conseguirá responder as seguintes perguntas: Em que precisaremos investir para aumentar a produção? O que precisaremos analisar? E esse tipo de inovação pode dar um belo salto nos resultados de uma indústria.

Vou contar um caso interessante para ilustrar.

Uma vez contratei os serviços de consultoria de uma produtora de maquinário para papel e celulose porque minha equipe queria aumentar a produção e julgamos interessante a análise de um terceiro.

O diagnóstico foi que seria difícil aumentar a produção com aquela máquina pois ela estava exaurida e não aceitaria mais upgrades.

Não convencido, reuni toda a minha equipe técnica em volta de uma mesa, inclusive os operadores da máquina, mecânicos e disse-lhes que eu queria aumentar 20% da produção, se isso seria possível.

Resposta: “Tranquilo, Sr. Dante!”

E assim foi feito.

E assim já se passaram 20 e poucos anos e a máquina continua lá na Papirus, produzindo não o que eu pedi para eles, mas 50% a mais.

Hoje em dia, essa mesma empresa que diagnosticou que a máquina precisava descansar, quando me vê continua brincando: “Puxa, mas o senhor é milagroso mesmo hein, seu Dante?”

Esse é o resultado de ter uma equipe confiável. Poder confiar em quem trabalha com a gente é muito importante para o crescimento do negócio.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *