O papel da mulher no mundo atual

Tempo de leitura: 4 minutos

A presença marcante da mulher na atualidade, na verdade não vem de hoje, mas remonta há mais de 30 anos, quando esse movimento de luta da mulher pela sua valorização começou a ganhar forma e movimento.

Falar sobre a importância da mulher nos variados contextos da vida me entusiasma bastante, especialmente porque tenho um belo exemplo da força poderosa que a mulher tem, bem ao meu lado! Minha segunda esposa começou sua vida profissional na empresa da minha família muito jovem, por volta dos 13 anos, com a devida autorização dos pais e sempre foi uma mulher guerreira, competente, dinâmica que não media esforços para conseguir crescer na carreira e ainda cuidar e defender a família com unhas e dentes. Eu aprendi muito sobre os inúmeros papeis da mulher, como melhor entendê-los e valorizá-los com ela.

Aliás, sempre estive cercado de mulheres fabulosas, de personalidades marcantes e muito inteligentes desde a mais tenra infância.

Minha mãe, minha irmã, minhas tias, as professoras… a admiração pelas mulheres vem de longe e isso influenciou positivamente a minha vida, principalmente nos negócios.

Eu sempre parei para ouvir o que as mulheres tinham a dizer porque penso que a mulher é mais evoluída, mais criativa e mais ágil do que o homem. Os homens são profissionais, são talentosos, mas estão sempre interessados em mostrar para os seus pares e também para os seus superiores que são bons, competentes, produtivos. A mulher, não!

A mulher, tudo o que ela quer é desenvolver o trabalho dela da melhor forma possível, bem feito, bem organizado, bem direcionado e concluído. Sem exibicionismo. É orgânico. E acho que isso está diretamente ligado à maternidade. As mulheres querem sempre um filho bem nutrido, bem-educado, bem formado, sensível, saudável… e isso ela transporta para o ambiente de trabalho e para desempenhar bem as suas funções.

O trabalho da mulher, fazendo uma analogia, é um novo filho! Ela entende que precisará cuidar bem daquele novo projeto desde a gestação, terá que se dedicar, fazer o seu melhor para que possa fluir. Acompanhar todos os passos.

Uma mulher nunca está preocupada com os ponteiros do relógio e sim com os resultados que pretende obter das empreitadas que abraça. E se não se sente bem, ou reconhecida, ou entendida, pede para sair e sai em busca de outro ambiente onde possa desenvolver a sua “maternidade”.

Qual o papel da mulher no mundo atual?

Essa é uma resposta um tanto complexa de responder. Esse papel vem variando histórica e socialmente. E a sociedade atual evolui tão rapidamente que é muito difícil encontrar uma resposta definitiva para esse questionamento e qualquer outro questionamento.

Mas apesar disso, uma coisa é certa! O papel da mulher é muito diferente de alguns anos atrás, ela não está mais predestinada aos trabalhos de prendas do lar e sim de ajudar na gestão de um planeta mais humano e desenvolvido, e, cá entre nós, vem ganhando cada vez mais destaque no mundo dos negócios. Porque merece e porque é competente!

Embora algumas empresas ainda questionem, o perfil de liderança cabe a ambos os sexos. Cada ser humano tem habilidades únicas e isso significa que mulheres e homens podem atuar em qualquer função e ganhando o mesmo salário. Aquela história de que os homens ganhavam mais porque eram os provedores da família, não existe mais. A cada dia que passa, mais mulheres dividem essa tarefa com os homens ou mantém a casa sozinhas, de acordo com as atuais pesquisas do IBGE.

E uma outra coisa que precisamos ter em mente é que a origem de tudo está na educação, e precisa cada vez mais buscar-se uma maior valorização do cuidado na educação que se dá aos filhos. O que as nossas crianças de hoje, homens ou mulheres, serão amanhã na vida pessoal, na vida pública, profissional, social, política, moral e religiosa, dependerá em grande parte da forma como serão educadas, dos princípios e valores que vão ser passados, não só pela educação formal, mas principalmente pela educação informal, pelo tipo de relação de convivência que se estabelecerá dentro do lar, entre pais e mães, e entre estes e os filhos e filhas.

A educação é essencial para a realização plena da igualdade entre mulheres e homens, e para que tenhamos uma sociedade mais justa e mais humana no futuro.

É isso aí!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *